Itaú lança nova modalidade de financiamento imobiliário corrigido

O Itaú Unibanco, considerado como um dos gigantes no segmento imobiliário, lançou uma nova linha de financiamento. Nesse modelo, a taxa é de 3,99% a.a + rendimento da caderneta de poupança (equivalente a 5,39% a.a).

Ou seja, essa nova linha de financiamento imobiliário tem os juros acompanhados pelo rendimento da poupança. Assim, além de oferecer a linha atual (que conta com taxa única de juros do começo ao final do contrato), o Itaú também passará a ofertar Crédito Imobiliário Juros Poupança, com taxas variáveis.

Quem pode solicitar?

A nova modalidade de financiamento já está ativa e pode ser utilizada:
– Para novos financiamentos de imóveis residenciais;
– Para financiar até 82% do valor de avaliação do imóvel (com prazo de até 30 anos);
– Para possibilitar a utilização do FGTS de acordo com as regras da Caixa Econômica Federal;
– Na composição de renda para facilitação de financiamento.

Taxa de juros: como é calculada?

Nesse novo formato, a taxa de juros do financiamento é calculada levando em consideração o rendimento da poupança + 3,99%. Desse modo, o saldo devedor segue sendo atualizado pela Taxa Referencial (TR).

Como o rendimento da poupança é variável, a taxa de juros também acompanha essa variação, mas sempre levando em consideração o teto pré-estabelecido já no que diz respeito à poupança (de 6,17% ao ano). Dessa forma, a taxa máxima do financiamento imobiliário será a soma de 6,17% a.a mais 3,99%, podendo chegar até 10,16% a.a.

E você, o que achou dessa nova modalidade?

Deixe uma resposta